Buscar
  • RÁDIO TURMALINA

TURMALINA – PLANO PARA RECEBER SEGURO DE VEÍCULO.

Na tarde desta sexta-feira (02), a Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Turmalina/MG, com apoio da Delegacia de Minas Novas/MG e de Policiais Militares de Turmalina, realizaram operação policial para cumprimento de Mandados de Buscas, na residência de dois indivíduos.


A operação policial faz parte de um Inquérito Policial, que inicialmente foi instaurado para apurar um suposto crime de roubo, anunciado no dia 01 de Junho, onde mencionava que indivíduos armados, teriam abordado supostas vítimas, na rodovia que liga Turmalina a Capelinha, sendo "roubado" um automóvel SPACEFOX.


De acordo com o Delegado Regional Felipe Pontual Meira Rosa, à medida que as investigações avançaram, o caso ganhou uma versão muito diferente. “Houve uma grande repercussão nas redes sociais, com diversos internautas de boa vontade, compartilhando a fotografia do veículo supostamente roubado, pedindo ajuda para localizar o veículo. Porém, durante as investigações, ficou apurado, que as supostas vítimas haviam prestado Falsa Notícia de Crime, com o objetivo de dar um “golpe” na empresa responsável pelo seguro do veículo”, explica.



As controvérsias surgiram nos dias em que o caso foi comunicado à policia. “Já no primeiro atendimento prestado pelos policiais, foram percebidas contradições nas informações prestadas pelos rapazes que alegaram terem sofrido o roubo. Com o compartilhamento de informações entre as polícias Militar e Polícia Civil, através de competente investigação cartorária e de um belo trabalho de campo realizado pela Delegacia de Turmalina, foi possível juntar provas que evidenciaram o golpe do seguro”, completa o delegado.


Na data do suposto roubo, o veículo estava no interior do Estado de São Paulo, não podendo ter sido roubado em Turmalina/MG. A seguradora foi previamente comunicada dos fatos e por isso não chegou a pagar o valor do seguro. As investigações prosseguem, visando localizar o paradeiro do automóvel.


Nesta sexta-feira (02), os policiais, após cumprirem medidas cautelares, muito bem apreciadas pelo Poder Judiciário Local e com o aval de um representante do Ministério Público, localizaram inclusive drogas e objetos relacionados ao crime para, para posterior Investigação.



As supostas vítimas, que passaram para a condição de investigados, devem ser indiciados pelos crimes de Estelionato, Falsa Notícia de Crime e Falsidade Ideológica.


Para mais informações sobre Turmalina e região clique no link JORNALISMO no ícone na lateral direita do seu celular. Baixe também o nosso App, é grátis!


Para informações sobre planos e serviços: https://www.mcinfor.com.br/

1,731 visualizações0 comentário