Buscar
  • RÁDIO TURMALINA

TURMALINA – ONDA VERMELHA EM DEBATE NAS REDES SOCIAIS.

Na tarde desta sexta-feira (11), o último boletim publicado pelos órgãos oficiais contabilizava 203 casos de COVID 19 em Turmalina, com 04 óbitos registrados. A publicação dos números foi seguida da publicação de um decreto que endurece com as medidas de prevenção à pandemia de coronavírus durante uma semana. A Prefeitura, através do Comitê Municipal de Enfretamento ao Coronavírus, divulga a publicação do Decreto Municipal n° 121 de 11 de dezembro de 2020, que adota a Onda Vermelha do Plano Minas Consciente- Retomando a Economia do Jeito Certo do Governo do Estado de Minas Gerais nos próximos 7 dias”, diz o texto.



As medidas foram decididas pelo Comitê em reunião ordinária na última quinta feira (10), com a participação de representantes de igrejas evangélicas, restaurantes, padarias, supermercados e equipe de transição do futuro governo. O documento suspende quaisquer atividades passíveis de aglomeração de pessoas. Apenas serviços comerciais considerados essenciais estão com o funcionamento permitido como: supermercados, padarias, farmácias e outros como forma de contingenciar a circulação da população turmalinense nas ruas.

O documento dividiu opiniões, após a sua publicação nas redes sociais, mas a rejeição das novas regras pelo público prevaleceu na maioria dos posts. Para Cleonice Alves Madeira a situação exige reflexão. “E se quem está com suspeita e precisa ficar em isolamento domiciliar faça uma forcinha e fique em casa, vc pode não estar com sintomas graves, mas vc está transmitindo para o seu próximo. Pense nisso”, disse.


Samuel Rodrigues fez uma comparação. “É uma covardia com os comerciantes não é minha gente? Há 20 dias atrás era politicagem e movimentos. Um relaxo total”, comenta.


Odalmo Oliveira Santos tem uma sugestão. “Natal e ano novo chegando. Pessoas saindo e chegando a nossa cidade. Não está na hora da prefeitura pensar nas barreiras de entrada da cidade”, escreve.


O internauta Bau Castro cobrou ação dos fiscais. “O problema é falam que vão fechar os bares e eles continuam funcionando de portas fechadas, cadê os fiscais pra olhar isso”, encerra.


De acordo com o Secretário Municipal de Saúde Fernando Xavier, o comitê se reúne toda terça e quinta-feira. Através de um vídeo ele se desculpou com pastores evangélicos pela publicação de um boletim que dava a entender que as igrejas eram as principais disseminadoras do vírus. Ele também disse que a circulação de pessoas estava sendo permitida, pois o município ainda estava sob a onda amarela. Agora, as coisas mudaram e Turmalina sai da classificação “amarela para vermelha”, ou seja, as coisas pioraram.



O decreto termina reforçando as medidas de prevenção. O uso de máscara, distanciamento social, lavagem, higienização das mãos continuam sendo exigidos.

592 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PONTOCOM - Música & Notícia

Rua Goiás - 163 - Turmalina/MG - CEP: 39.660 - 000

©2019 by Audiovisual Comunicação e Assessoria