Buscar
  • RÁDIO TURMALINA

MENINA DE 13 ANOS É ASSASSINADA PELO TIO.

O crime passional está explicitamente ligado a uma paixão violenta, a possessividade, que leva o ser humano a prática do homicídio. O homicídio passional é o homicídio cometido por paixão, tanto pode vir do amor como do ódio, da ira como da própria mágoa. O sentimento, neste caso, move a conduta criminosa. A explicação foi retirada do portal JusBrasil, do Ministério da Justiça.


Mas, o que aconteceu em Caraí (município com 23 mil habitantes) no Vale do Jequitinhonha nos últimos dias foge da rotina de uma pequena cidade do interior. Foram 03 crimes passionais praticados nos últimos dias, como afirma reportagem publicada pelo portal Gazeta de Araçuaí.



No dia 09 de Maio, a professora Carmelita Gonçalves da Silva Andrade, de 52 anos, foi morta estrangulada pelo ex-companheiro. O crime foi no Distrito de Maranhão, zona rural de Caraí. De acordo com familiares, o casal manteve um relacionamento de 26 anos, mas estava separado. No dia 14 de Maio, morreu no Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni, Luana Ferreira Sabino, de 19 anos. A jovem foi espancada pelo namorado no dia 04 de Maio no Córrego Ribeirão de Capivara. Luana ficou 10 dias internada, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Testemunhas contaram que a mulher era agredida há pelo menos 01 ano.


Agora, uma adolescente de 13 anos foi morta a tiros pelo próprio tio, de 23 anos, na zona rural de Caraí. Segundo a Polícia Militar, Izaquiel de Jesus Souza se matou depois de assassinar a sobrinha, Bianca Gomes Pereira.


Segundo reportagem publicada pelo Gazeta de Araçuaí, a garota estava acompanhada do namorado, um jovem de 19 anos, que também é primo dela e sobrinho de Izaquiel. Bianca estava na garupa da moto do primo, que estava levando a namorada para a casa dela, em uma fazenda na zona rural.


Os primos foram surpreendidos pelo tio no meio da estrada. Izaquiel estava armado e mandou que Bianca descesse da moto e que o sobrinho fosse embora. O rapaz seguiu na direção da casa da menina para avisar a mãe dela, mas cerca de meia hora depois, pessoas avisaram que a garota e o tio estavam mortos. O jovem contou aos militares que estava namorando a prima há poucos dias. Ainda conforme o rapaz, o tio Izaquiel já havia se relacionado com a sobrinha, tendo inclusive ameaçado a garota de morte se ela não voltasse para ele, mas o fato não foi denunciado à polícia.

A perícia recolheu junto ao corpo do suspeito um bilhete com uma mensagem para a família dizendo que os amava e também a senha do celular. Ainda de acordo com a polícia, no aparelho do suspeito havia vídeos de momentos antes do crime, onde Izaquiel dizia que iria se matar. Após trabalho da perícia, os corpos foram encaminhados para o IML de Teófilo Otoni.

259 visualizações0 comentário